Kristine Dizon

Kristine Dizon é candidata a doutoramento na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa como beneficiária da Fundação para Ciência de Tecnologia. A sua investigação principal centra-se nas "Comédias Musicais Portuguesas: A Evolução do Som e da Realidade desde a década de 1930".

 

Recentemente, Dizon foi a artista convidada internacional e diretora do VI Taller para Jóvenes Clarinetistas organizado por Clariperu e pela Escola de Música Pontifícia Universidade Católica do Peru. Participou também do júri internacional do V Concurso de Bandas Escolares 2016 e realizou uma residência com a PeruBandas onde ensinou masterclasses de clarinete em Cusco e Lima, Peru.

 

Kristine atuou nos Estados Unidos, Ásia, América do Sul e Europa. Ela foi a clarinetista do Adagio Trio, onde se apresentaram em uma variedade de shows de divulgação educacional. O Festival de Clarinete Agaete em Espanha, o Encontro de Clarinetes em Evora, Portugal e o Clar.Meet Porto, em 2016, já se apresentaram no Festival Vandoren Ensemble, organizado pela Universidade de Illinois-Champaign Urbana. Ela fez turnê com o Grand Symphonic Winds na China, apresentando-se no Centro Nacional de Artes Performáticas em Pequim e na Expo Mundial de Xangai. Advogada pela educação musical e desenvolvendo o talento de jovens intérpretes, ela ensinou uma variedade de estudantes, desde principiantes até adultos. Atuou em masterclasses com Josep Fuster Martinez, Alain Damiens, Henri Bok, Nuno Pinto, Dr. Jane Carl, Richard Stoltzman, Charles Neidich, Howard Klug e Ricardo Morales. Em 2017, a pesquisa de Kristine, "Concertos para Clarinete Croata: O Cultivo de Tradições depois de 1952" foi aceita para a Competição de Pesquisa da Associação Internacional de Clarinete em Orlando, Flórida. Em 2014, ela também foi semi-finalista para a mesma competição em Baton Rouge, Louisiana.

 

Um maestro ativo, Kristine foi anteriormente o maestro assistente para o Minnesota Project Opera ajudando na estréia de Reinaldo Moya Memory Boy e assistente de maestro para as sinfonias de jovens de Minnesota para a temporada 2015-2016. Kristine liderou a Orquestra da Escola Superior de Música Artes e Espectáculo, orquestra de sopros e a produção da Ópera dos Três Vintens de Kurt Weill. Foi diretora convidada da Banda Sinfônica Richfield, da Orquestra Filarmônica MYS, da Concordia University - Banda de Concertos de São Paulo, da União Filarmónica do Troviscal, da Banda Sinfônica da Southern Illinois University e do Coro de Clarinetes da SIU. A Sra. Dizon foi Diretora Assistente da Banda Comunitária John A. Logan e anteriormente foi Diretora Musical da Crosstown Community Band. Os professores anteriores foram António Saiote e Christopher Morehouse.

 

Dizon recebeu a bolsa de estudos do Instituto J. William Fulbright / Camões para estudar clarinete e orquestra na Escola Superior de Música Artes e Espectáculo. Dizon recebeu um mestrado em Performance de Clarinete na Southern Illinois University-Carbondale e graus em História e Música Européias na Universidade de Minnesota-Twin Cities. Os professores anteriores incluem António Saiote e Eric Mandat. Kristine era um membro da divisão de infantaria do exército da guarda nacional de Minnesota 34th como um clarinetist e também um saxofonista com a 144th faixa da guarda nacional de Illinois.

 

Kristine é uma artista para Silverstein Works e Barkley Mouthpieces


Copyright 2015 © Barkley Brazil | NetRMC

Subir